A braçada no nado de costas na Natação






Nado costas é um dos estilos que pode ser utilizado em competições desportivas de natação. Caracteriza-se pela posição do nadador de costas para o fundo da piscina, batida rápida de pernas e braçadas alternadas.

A braçada do nado de costas se inicia quando a mão entra na água (fase da puxada), com o braço totalmente estendido, com a palma da mão voltada para trás e com a mão entrando na linha do prolongamento do ombro. É muito comum que o aluno entre com a mão mais para dentro ou mais para fora desta linha, isto faz com que ao se aplicar a força na água, o quadril se movimente de forma errada, deixando o nado sinuoso, ao invés de rolamento teremos o quadril "dançando" de um lado para outro.

Nado de Costas

Quando a mão entra na água, deve-se afundá-la um pouco para se dar início à fase de propulsão do nado. Neste momento, o cotovelo se flexiona ligeiramente, colocando a palma da mão na posição de agarre.

Este movimento do cotovelo é muito natural portanto, em níveis iniciais de aula e em atletas jovens, não há a necessidade de se ensinar ou cobrar a "alavanca" pois, com o decorrer do tempo, este movimento sai naturalmente. Caso isso não aconteça, cabe uma ligeira correção.

No costas, encontramos o mesmo problema do crawl, um movimento de puxada, de repente se torna um movimento de empurrada e, neste momento há uma grande perda na potência, fato que deve ser minimizado com o treinamento.

Quando o cotovelo chega ao ponto máximo de flexão (90º), começa o movimento de empurrada que deve ser o mais forte e acelerado possível, terminando com a mão junto à coxa.

Novamente aqui, temos outro ponto de grande erro dos nadadores, que terminam a empurrada com a mão muito afastada da coxa, diminuindo a força da braçada no nado costas. É importante que os nadadores finalizem a mão junto à coxa, com o dedo mínimo voltado para cima, pronto para iniciar a fase de recuperação do nado.




Comente:

Nenhum comentário