Brasil encerra Mundial de Natação na Turquia com duas medalhas






O Brasil terminou o Mundial de Natação em Piscina Curta com o 13.º lugar no quadro de medalhas, com um ouro e um bronze. Como Cesar Cielo e Thiago Pereira, entre outros, optaram não competir para descansar, o país teve resultado muito pior do que de dois anos antes, quando conquistou oito medalhas em Dubai. Neste domingo, no último dia de competição em Istambul, na Turquia, a natação brasileira passou sem medalhas nas quatro finais das quais participou.

A maior esperança do dia era nos 50m peito masculino, mas João Gomes Júnior terminou no quarto lugar, com o tempo de 26s50, mesma marca que havia feito na semifinal. Felipe Lima bateu em sexto, com 26s68, melhorando apenas dois centésimos com relação a sábado. O ouro foi para o norueguês Aleksander Rognerud Hetland, com 26s30. Vale lembrar que Felipe França, campeão mundial em Dubai, em 2010, abriu mão de competir na Turquia.

Na sua despedida das piscinas, a agora aposentada Flavia Delaroli-Cazziolato foi a última colocada da final dos 50m livre com 24s83, piorando os 24s55 das semifinais. A vitória foi da bielorrussa Aliaksandra Herasimenia, que completou a prova em 23s64.

Nos 100m borboleta, Daynara de Paula, que era reserva, foi beneficiada pela desistência de duas finalistas e acabou sendo chamada para nadar a final. Mas ela também terminou em último, com 59s64, três segundos e meio distante da campeã Ilaria Bianchi, da Itália.

Já Fabiola Molina alcançou o sétimo lugar na final dos 50m costas. A nadadora de 37 anos cravou o tempo de 26s97, pouco mais de um segundo a mais que a campeã da prova, a chinesa Jing Zhao, 15 anos mais nova. A prata foi para a norte-americana Olivia Smoliga, que tinha um ano quando a brasileira ganhou sua primeira medalha pan-americana, em 1995.

Na última prova do Mundial, o revezamento 4x100m medley masculino chegou a lutar pela medalha, mas terminou na quarta colocação, atrás de EUA, Rússia e Austrália. Depois de nadarem Guilherme Guido, Felipe Lima e Kaio Marcio Almeida, este entregou para Guilherme Santos no terceiro lugar, mas o nadador de livre não foi bem e acabou ultrapassado pelos australianos.



Comente:

Nenhum comentário