Ana Marcela é bi na Copa do Mundo de maratona aquática e projeta título mundial






A nadadora Ana Marcela Cunha se tornou, neste sábado, bi-campeã da Copa do Mundo de maratona aquática por antecipação ao vencer a penúltima etapa do circuito, realizada em Hong Kong, após 2h11m48s30 de prova. A brasileira brigava pelo primeiro lugar com duas alemãs, Angela Maurer e Nadinee Riechert, também da Alemanha. O Brasil teve ainda Betina Lorscheister em 10º lugar (2m12m21s45).

"Desde o começo da prova eu sabia que tinha que ganhar da Ângela e da Nadine. Nadei junto delas o tempo todo. No final me senti super bem e consegui vencer. Como perdi a vaga para a Olimpíada, a Copa do Mundo era o principal objetivo e graças a Deus deu tudo certo", disse Ana, já no jantar de premiação.

Ana chegou a Hong Kong liderando o ranking mundial com 100 pontos e com 40 pontos de vantagem para a segunda colocada, a alemã Nadine Reichert. Após a penúltima etapa, Marcela soma 120 pontos, seguida de Nadine (74) e Ângela (67).

Em 2011, no Mundial dos Esportes Aquáticos de Xangai, por uma posição Ana não conseguiu a vaga para os Jogos Olímpicos de Londres, mas conquistou uma medalha de ouro inédita para as mulheres brasileiras na história da competição ao vencer a prova de 25 quilômetros.

"Agora a meta é brigar pelo bicampeonato mundial nos 25 quilômetros ano que vem, no Mundial de Barcelona, e por posições bem melhores nos cinco e nos 10 quilômetros. Apesar de por uma fatalidade o resultado nos Jogos Olímpicos não ter sido o que a gente esperava, o Brasil está muito bem no cenário das maratonas. Ainda está um pouco cedo, mas acho que a disputa vai aumentar muito internamente para 2016 porque vários atletas de piscina virão para as maratonas", projetou Marcela.



Comente:

Nenhum comentário