Cesar Cielo poupa energia para nadar 'como se fosse a última prova da vida'






O tamanho da vontade está no olhar e nas palavras. Entre uma resposta e outra, aquele 'como se fosse a última prova da vida' sempre aparecia. É com esse espírito que Cesar Cielo vai cair na piscina nos Jogos de Londres. Embora já se sinta mais confortável na pele de homem a ser batido nas provas de velocidade, o atual campeão dos 50m livre sabe que numa final olímpica o status pouco conta. Ali o que interessa é nadar rápido e bater na frente, sem pensar nos adversários, só tentando alcançar o tempo traçado.

natação CESAR CIELO coletiva (Foto: Agência Reuters)

- Chegar como favorito não conta para nada. O recordista mundial ou nono colocado do ano passado estão brigando pela mesma medalha. Esse recorde não vai me fazer chegar na frente de ninguém. Estou pensando em fazer o melhor tempo da minha vida, independentemente de ser o melhor da história ou não. Eu tenho que fazer o melhor e torcer para que isso seja suficiente - disse.

natação cesar cielo treino crystal palace (Foto: Agência Reuters)

Para tentar encurtar o caminho até o alto do pódio novamente, Cielo ajusta os últimos detalhes durante os treinos no Crystal Palace. Rápido, cercado de amigos e feliz por ver a metragem dos treinos diminuir, ele tem mantido a receita que tem dado certo. Tem evitado andar muito, subir escadas e carregar peso. Tudo isso para economizar energia.

- Descanso para mim é paranoia mesmo. A hora é de hibernar aqui. Lá, quando estiver atrás do bloco, pode pular, se bater, mas agora não - sorri.

Confira alguns trechos da entrevista de Cesar Cielo. Nesta quarta-feira, ele atendeu a imprensa pela última vez antes antes da estreia nos Jogos. Pouco antes, ele e mais 10 companheiros da equipe de natação tiveram de atender os funcionários da Wada, que foram ao centro de treinamento realizar testes antidoping.

Foco nos 50m livre

"É um dia de cada vez, uma prova de cada vez. Vou entrar nos 100m livre, minha primeira disputa, como se fosse nadar os 50m e como se fosse a última prova da minha vida. Estou visualizando meus melhores tempos. Hoje minha chance maior está nos 50m, mas toda prova vai ser para fazer o melhor da vida. Em Pequim-2008, nadei a final na raia 8 e busquei bronze. Não vou descartar a possibildade de buscar medalha nos 100m porque me mantive nos últimos anos entre os 5 melhores".

Nadando como esperava na reta final

"Estou me sentindo bem. E agora sinto que o corpo vai ficando mais leve, mais forte e com eficiência melhor. Quanto mais perto da competição, a gente treina menos e tudo fica mais alegre. Estou no caminho de fazer os melhores tempos da minha vida. Estou aqui para nadar rápido".

cesar cielo natação (Foto: AFP)

Tempos

"Quero fazer meus melhores tempos sem os trajes tecnológicos. Meu parâmetro é meu melhor até o momento: 47s84 nos 100m livre no Pan, e 21s38 que fiz nos 50m livre no Maria Lenk".

Adversários

"Sei que eles vão fazer a melhor prova da vida deles, como eu vou fazer a minha. Mas não fico torcendo para que nadem mal. O primeiro passo para derrota é torcer para alguém dar um passo ruim. O Mundial de Xangai deu uma base do que vai ser este ano, mas surpresas devem acontecer nas piscinas porque é sempre uma época especial. Tenho que tomar conta e ficar esperto. Se por um lado o Nathan Adrian (americano) ficou fora da disputa, por outro lado entrou na equipe americano um campeão olímpico (Anthony Erving, que tem 21s60) e o Cullen Jones (21s59). A prova ficou mais difícil ou mais".

Londres

"Não parei muito para pensar ainda sobre o que quero ver aqui. É uma dificuldade mental que tenho. Só penso no primeiro lugar do pódio (risos). Não consigo pensar em nada após dia 4 de agosto. Depois daí o resto a gente vê depois. Eu só espero por mais sol aqui.

Fita adesiva

"É só charme, só gracinha para ficar com cara de mau. Está todo mundo colocando fita. Estou 100% e cada vez mais rápido".



Comente:

Nenhum comentário