Thiago Pereira vai atrás da medalha olímpica





Em entrevista exclusiva à 'CARAS Online', o nadador Thiago Pereira mostrou estar confiante em conquistar sua primeira medalha em Olimpíadas, além de dizer que suas participações nos Jogos de Atenas e Pequim o tornaram mais experiente dentro das piscinas

Com duas participações Olímpicas em sua bagagem, o nadador de Volta Redonda Thiago Pereira (26) explica que o conhecimento adquirido em Atenas (2004) e Pequim (2008) o faz chegar mais confiante aos Jogos de Londres, que acontecem entre 27 de Julho e 12 de Agosto deste ano. "Trago muita coisa de aprendizado. Estive três vezes entre os oito melhores do mundo, não é pouca coisa. Além disso, é uma competição diferenciada, o mundo todo está de olho. Por muito pouco não veio a medalha, fiquei com o quarto lugar nos 200 metros medley, mas dessa vez estou dedicado 100% para conquistar minha primeira medalha olímpica", afirma o atleta em entrevista exclusiva à CARAS Online.

"Certamente estou mais experiente. Além disso, eu acredito que sempre tenha algo para melhorar, logo, estou constantemente na busca pela superação das minhas próprias marcas e assim vou conquistando cada vez mais vitórias", acrescenta.

Apesar de já conhecer o clima do maior evento esportivo do planeta, Thiago mostra estar apreensivo para o início da competição, seu objetivo principal no ano. "Estou um pouco ansioso. O que é natural, já que se trata dos Jogos Olímpicos. Mas eu sou um cara extremamente focado, então, procuro me concentrar, dar continuidade aos meus treinamentos para chegar lá bem preparado", diz.

Quando perguntado sobre a estratégia na preparação para a Olimpíada, ele revela. "Estou fazendo um treinamento específico de força para ganhar mais resistência na chegada das provas. Inclusive, passamos três semanas no Centro de Treinamento de La Loma, nos dedicando 100% ao desenvolvimento físico e técnico, e esse período certamente contribuiu para nos aprimorarmos. No GP do Missouri, nos Estados Unidos, em fevereiro, já deu para notar uma pequena melhora, consegui bons tempos para um começo de temporada, um deles o quinto melhor tempo do mundo no ano (1min59s59 nos 200 m medley). E em julho os resultados desse treinamento com o PRO 16 (Projeto Rumo ao Ouro 2016, idealizado por César Cielo, 25), que inicie em 2011, estarão mais visíveis. Até lá, sigo treinando de segunda a sábado, firme e forte para conseguir a medalha olímpica".

No ano passado, Pereira já obteve excelentes resultados quando subiu ao pódio por oito vezes nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, que, para ele, pode ser um fator importante para a busca da sua primeira medalha em Olimpíadas. "Acho que cada competição vivida ajuda a preparar para os desafios maiores. Portanto, a experiência no Pan e em outras competições internacionais é fundamental para que se chegue bem preparado na Olimpíada". Lembrando que ele é o maior medalhista brasileiro em Jogos Pan-Americanos, com doze de ouro, três de prata e três de bronze.

Ao ser questionado sobre a união entre os principais nadadores brasileiros, ele declara. "É um clima bacana, todos já se conhecem há algum tempo por representarem o Brasil em outras competições, então, estamos sempre nos apoiando e torcendo para que a natação brasileira saia vitoriosa".



Comente:

Nenhum comentário