Thiago Pereira não quer deixar escapar medalha





Thiago Pereira  é sempre uma grande ameaça. O brasileiro deve chegar ao pódio em sua especialidade, os 200 m medley, mas terá pela frente monstros .... Foto: Getty Images

O brasileiro Thiago Pereira participou de dois mundiais em sua carreira, em 2007 e em 2009, mas, por pouco, não conquistou uma medalha. Foi quarto colocado tanto nos 200 m medley na Austrália, quanto nos 200 m e 400 m medley na Itália, dois anos depois. Em 2011, na China, ele não quer deixar escapar.

Para isso, ele treinou nos últimos dois anos nos Estados Unidos, com o experiente treinador americano Dave Salo, visando estar no auge de sua forma para conquistar o seu maior objetivo nesta temporada. "Fui para os Estados Unidos para ficar focado apenas na piscina. Fiz uma preparação visando os Jogos Olímpicos de Londres, mas também pensando neste Mundial", contou.

Salo participou das Olimpíadas de 2000, em Sydney, na qual seus atletas conquistaram cinco medalhas. "Ele é sempre muito exigente nos treinos e isso faz com que todo tempo eu busque meu melhor. A expectativa é boa", acrescentou o nadador do Corinthians.

Para se destacar, Thiago precisará bater nomes de peso como Michael Phelps (EUA), Ryan Lochte (EUA) e Laszlo Cseh (HUN), exatamente o mesmo trio que terminou à frente dele em 2007, nos 200 m medley. "Nada contra eles, além de ser uma dificuldade muito grande, é um prazer. Eles estão entre os maiores de todos os tempos", declarou o brasileiro.

O brasileiro começa sua campanha já na segunda-feira, pra os 100 m costas. Depois, seus compromissos são nos dias 27 e 31, com os 200 m e 400 m medley, respectivamente. O corintiano deve também participar do revezamento da equipe brasileira, ao lado do campeão olímpico Cesar Cielo, liberado da pena de doping após julgamento nesta semana. "Estou me sentindo bastante confiante para o Mundial. A medalha é o grande objetivo na competição", concluiu Thiago.



Comente:

Nenhum comentário