Lochte leva seu quarto ouro individual para casa e é destaque do Mundial





Se o Mundial de Xangai tem nome e sobrenome, é Ryan Lochte. O melhor nadador do ano encerrou sua participação individual na competição chinesa colocando mais um ouro no bolso. No 400m medley, o americano dominou do início ao fim e, com o tempo de 4m07s13, garantiu mais uma subida ao degrau mais alto do pódio. É o quarto ouro individual de Lochte em Xangai, sem contar a vitória no revezamento 4x200m livre. Ele ainda pode voltar à piscina para a última prova do campeonato, o 4x100m medley, neste domingo.

Ryan Lochte 400m medley Mundial de Xangai natação (Foto: Reuters)

Maior papa-medalhas de Xangai, Lochte surpreendeu com altas doses de humildade na entrevista coletiva após a prova deste domingo.

- Pela maior parte, eu não estou realmente feliz. Ganhar cinco medalhas de ouro é realmente bom, mas os tempos que eu fiz... sei que poderia ter ido muito mais rápido. Há várias partes nas minhas provas que eu errei, poderia ter mudado e ter sido mais rápido. Mas tenho mais um ano todo para ter provas perfeitas – disse Lochte, com uma modéstia que arrancou risadas dos jornalistas.

A prata dos 400m medley no Centro Esportivo Oriental ficou com o também americano Tyler Clary, que fez 4m11s17. O bronze é do japonês Yuya Horihata, com 4m11s98.

Lochte já tinha vencido os 200m costas, os 200m medley e os 200m livre - os dois últimos em cima do amigo Michael Phelps. Ao lado de Phelps, conquistou ainda o ouro no revezamento 4x200m livre. E nos 200m medley conseguiu o que parecia impossível: quebrar o recorde mundial, o primeiro da natação mundial desde a proibição dos supermaiôs.

Neste domingo, último dia de competição em Xangai, Lochte sobrou nos 400m medley. Dominou a prova nos quatro estilos e, quando chegou no crawl, já aparecia sozinho na piscina, com os outros concorrentes muito atrás.

Comente:

Nenhum comentário