Lochte desbanca Phelps e arranca a medalha de ouro nos 200m livre





Ainda não foi desta vez que Michael Phelps pendurou um ouro no pescoço em Xangai. Após ficar com o bronze no revezamento 4x100m livre, o americano voltou à piscina para disputar a final dos 200m livre nesta terça-feira. Ao seu lado, o alemão Paul Biedermann, recordista mundial da prova e sensação em Roma-2009. Na hora de tocar a borda, não deu nem um, nem outro. Quem roubou a cena e deixou todo mundo para trás foi o americano Ryan Lochte, que chegou em primeiro com o tempo de 1m44s44 e se tornou o novo campeão mundial. Phelps ficou com a prata (1m44s79) e Biedermann, com o bronze (1m44s88).

Michael Phelps e Ryan Lochte Mundial de natação Xangai (Foto: Reuters)

- Estávamos muito perto. Meu tempo foi ok. Os 200m são uma prova que eu geralmente não disputo. É diferente nadar essa prova em uma competição de primeira linha. Eu apenas fiz o meu melhor e, definitivamente, foi uma boa prova para mim. Estou ansioso para voltar a disputá-la e ver o que acontece no futuro. Agora é hora de se preparar para as Olimpíadas e cada dia conta - afirmou Lochte após a prova.

Como sempre, Phelps entrou ouvindo música em seu fone de ouvido. Na plateia, a mãe, a irmã e a namorada. Com o apoio da família, ele parecia decidido a dominar a prova e fez isso nos primeiros 100m. Depois da virada, o compatriota roubou a cena. Com um desfecho emocionante nos últimos 15 metros, os dois disputaram o ouro a cada braçada, e Lochte teve mais fôlego para tocar a borda primeiro.

Com a confirmação do ouro, o americano fez o de sempre: olhou para o placar sem demonstrar muita empolgação. Logo virou-se para cumprimentar o amigo Phelps com um aperto de mão.

Comente:

Nenhum comentário