Exausto, Cielo minimiza perda de título: "estou satisfeito"






Após a semifinal dos 100 m livre, Cesar Cielo já havia avisado que dificilmente conseguiria defender o ouro conquistado em 2009. Na prova desta quinta-feira, no Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai, o brasileiro chegou a liderar, mas acabou fora do pódio - foi o quarto colocado. Exausto após a disputa, o campeão olímpico dos 50 m demonstrou tranquilidade e disse estar satisfeito com o desempenho.

"Acho que foi uma boa prova para mim, o pessoal realmente está nadando melhor. Os 100 m é uma prova em que tenho dificuldade desde o Pan Pacífico, não é de agora que esse finalzinho (de prova) vem pegando. Vamos ver o que fazer a partir dessa competição para os 100 m", disse Cielo, que antes de conceder a entrevista ficou alguns minutos abaixado com a mão no joelho recuperando-se do cansaço da prova.

Na disputa desta quinta, Cielo liderou os primeiros 50 metros, mas, na virada, acabou superado pelo australiano James Magnussen e pelo canadense Bryant Hayden. O brasileiro ainda travou uma disputa acirrada pelo bronze com o francês William Meynard, mas foi vencido por 0s1.

"Quase consegui o bronze, foi por um centésimo. Estou bem satisfeito com a prova, acho que mais pela atitude que eu tive em direção a ter uma boa performance, pela coragem e confiança de passar forte. Foi mais ou menos dentro do que eu esperava, acho que nadei bem", disse Cielo, já planejando a disputa dos 50 m, prova da qual é campeão olímpico, mundial e dono da melhor marca (20s91).

"Agora é transferir isso para os 50 m livre amanhã (sexta-feira). Vou descansar minha perna, que está pesada, e usar essa velocidade para nadar bem os 50 m", afirmou o brasileiro, que no Mundial de Xangai já conquistou a medalha de ouro nos 50 m borboleta.




Comente:

Nenhum comentário