Cielo terá advogado americano para o caso de doping






O advogado americano Howard Jacobs, especialista em casos de doping, será o responsável pela defesa de Cesar Cielo no julgamento no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). Ele já representou famosos atletas como os corredores Marion Jones e LaShawn Merritt, além do ciclista Floyd Landis e da nadadora Jessica Hardy em casos parecidos. A informação foi divulgada pelo site italiano Inside the Sport.

Jacobs terá a tarefa de convencer os membros do TAS de que a punição dada pelo painel de doping da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) é suficiente. A Federação Internacional de Natação (Fina) encaminhou ao tribunal um pedido de suspensão de Cesar Cielo, Nicholas Santos, Henrique Barbosa e Vinícius Waked, flagrados por uso de furosemida. Foi pedida urgência para que o julgamento seja realizado antes do Mundial de Xangai, de 24 a 31 de julho. Se forem suspensos, os resultados dos atletas desde o Troféu Maria Lenk, em maio, serão anulados.

A CBDA confirmou a contratação do advogado americano à Agência Estado. A Fina sugere a substituição da advertência por uma suspensão e o período de inelegibilidade ficaria a cargo do TAS. A audiência deve ser realizada em Macau, onde Cielo e a delegação farão aclimatação para o Mundial de Xangai. Nicholas e Henrique foram cortados da equipe porque tinham obtido índices no Maria Lenk. Vinícius não chegou a se classificar.




Comente:

Nenhum comentário